min-A-Malagueta-Coluna-Ro-Em-PautaLUIZINHO E ROVER SÃO AMIGOS?

Olha é difícil para o eleitor que ouviu o que ouviu da boca de cada um desses dois compreender essa aliança. Ambos sabem muito bem a imagem que venderam um do outro antes, durante e após as últimas eleições. As pessoas mais íntimas de ambos ficam sem chão. Muitos eleitores e amigos desses dois compraram brigas e desentendimentos feios ao defenderem suas candidaturas suas propostas e suas honras. Esse comportamento, alianças entre desafetos, reflete bem o nível de caráter dos nossos políticos. Em todas as eleições essa prática imoral floresce e incomoda muito o eleitor que tomou as dores desse ou daquele candidato. Não acredito que exista algum petista de verdade, aqueles de raiz, se é que exista algum depois de tantos escândalos, que não tenha sentido uma profunda vergonha na cara ao ver o Lula abraçado ao Maluf na eleição da Dilma. É possível rever amizades perdidas, isso é fato, porém não do dia para a noite como acontece nos conchavos políticos e na biqueira de novas eleições. Claro que alguns vão condenar essa coluna que pretende defender os princípios morais. Eu acredito que tal aliança se fez em função da pressão de alguém com mais poder e que tenha os dois na manga. O real, é que esse tipo de comportamento deve ser condenado! Por trás desse acordo existem acertos que nunca serão divulgados para os eleitores. Chegou a hora de cada cidadão refletir profundamente os aspectos éticos e morais neste país. Não podemos concordar que esse comportamento seja da nossa natureza humana por que não é. Vejam que ocorreu nas portas de mais uma eleição, quando um depende do outro para sobreviver eleitoralmente. Meu velho pai morreu já há algum tempo, ao ver esses comportamentos tão comuns nos políticos brasileiros, lembro-me de sua fala firme e determinada: Vergonha na cara é pouco. A vergonha tem que ser impressa no corpo todo!

GESTÃO ROVER TEME DIVULGAR DADOS SOBRE NOSSO DINHEIRO

Essa é a conclusão que chegamos após vermos os vereadores “para-choque” do Rover, não aceitarem os requerimentos dos vereadores opositores. A população gostaria de saber quantos são, quem são e quanto custam aos nossos bolsos os comissionados e portariados da prefeitura. São aqueles que foram indicados por um “padrinho” bem bacana e bonzinho com o dinheiro alheio é claro. Aqueles que não fizeram concurso público. Não divulgar tais informações é ilegal, tais informações são de interesse público. Qual seria o real motivo para não divulgar tais informações? Alguma coisa muito errada está acontecendo nessas nomeações e nos contratos de aluguéis da prefeitura! Se uma vereadora não consegue uma informação como essa, imaginem um cidadão comum? Outros órgãos como Ministério Público, Tribunal de Contas, Poder Judiciário e centenas de outros órgãos Brasil afora, mantém essa informação em aberto e a disposição do cidadão nos seus portais na internet. É por causa de atuações dessa natureza que cresce na sociedade a ideia de se acabar com o poder legislativo no Brasil, pois ele só traz desgosto ao cidadão e prejuízo aos cofres públicos.

DEVEMOS ACABAR COM O LEGISLATIVO NO BRASIL

Esse pensamento normalmente é muito criticado por pessoas que se beneficiam com esse sistema político. Afirmam que defender tal ideia é ser contrário aos valores democráticos, etc. Porém, a atuação dos parlamentares brasileiros, excluindo-se os pouquíssimos que realmente possuem uma conduta ética e moral, nos faz acreditar, que seria melhor sem eles. Todos os santos dias surgem denúncias contra essa turma. A coisa é apavorante! Em Vilhena não precisamos de vereadores, isso fica claro em cada sessão onde nossos Edis demonstram suas ideias em prol da cidade. A maioria deles impede qualquer tipo de fiscalização e de ações que possam dar transparência aos atos do Executivo. Já ficou cansativa essa coisa da oposição esbravejar contra a blindagem ao prefeito. Busquem outros caminhos! Ministério Público, Tribunal de Justiça, Polícia Federal, Tribunal de Contas, Polícia Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, Padres, Pastores, Ibama, sei lá. O fato é que reclamar a vida toda não resolve!

A COISA ESTÁ MUITO FEIA NA FUNDAÇÃO CULTURAL

O universo cultural vilhenense merecia muito mais. Após a criação da FCV, passamos bem mais de um ano e nada de inteligente e estimulante ocorreu ali. A falta de iniciativa e criatividade é espantosa! Ao contrário do que se esperava e segundo os produtores culturais da cidade a coisa piorou. Faltam projetos, transparência, direção, autoridade, competência, diálogo fraterno com os artistas e principalmente idealismo em prol de tão grandioso setor. O sentimento que fica é de desolação e tristeza, pois possuem muito dinheiro, caso contrário não fariam as doações astronômicas para instituições privadas. E olha que o conselho deliberativo do FCV é composto por artistas vilhenenses! Deviam levar em consideração o fato de representarem algo singelo, nobre e profundamente humano. Representam as expressões de arte dentro de cada criança, adulto ou idoso que acalanta o sonho de um dia ter valorizado aquilo que mais os diferencia de qualquer outra espécie nesse planeta. Esperamos dias melhores, pois a esperança é a chama que não se apaga, principalmente no coração de quem faz arte. Desejamos profundamente que a coisa mude e novas pessoas surjam e promovam esta instituição como ela merece. Vilhena é a cidade, cujo seus artistas, se devidamente amparados e motivados, a transformariam na grande referência cultural dessa selvagem e exótica Amazônia.

GOSTEI DA JUSTIFICATIVA DO PIPOCA

Na banca do Zóio, local onde se juntam pescadores, caçadores, políticos e outros mentirosos. Ocorreu um acalorado colóquio onde se buscava justificar o intragável 7×1. Dentre tantas teorias com defesas enfurecidas e ofegantes, onde até a Dilma e o Diabo foram responsabilizados, inesperadamente entrou na roda o Pipoca, pediu a palavra e deu a melhor justificativa para o desastre: Nada do que estão falando faz sentido, o Brasil perdeu para a Alemanha por que o Hulk jogou meia bunda! Só rindo mesmo, pois o pouco que tínhamos de excelência nessa pátria de bananas, foi para o espaço. Uma copa feita no Brasil, mas comemorada e festejada por argentinos. Ninguém merece. Uma frase do Zico ecoou nas redes sociais: Essa Copa do Mundo nos retirou o título de país do futebol.