Com bloqueio de verbas pelo MEC, Universidade Federal de Rondônia teme paralisação de atividades