Corretor de imóveis se emociona e diz tentou ganhar doação em 2010, mas foi rejeitado

2013-09-06T18:13:08+00:0006 setembro, 2013|

O corretor de imóveis Edenir Luiz Colatto afirmou que doação não foi possível porque não tinham representatividade na Câmara de Vereadores.

Colatto recebendo um copo com água após ficar emocionado

Colatto recebendo um copo com água após ficar emocionado

[dropcap]C[/dropcap]olatto desabafou, na reunião que oficializou a doação do terreno para a construção da Delegacia Regional do CRECI, na manhã desta sexta-feira (6). Em 2010, o prefeito José Luiz Rover enviou um Projeto de Lei para a efetuar a doação do terreno, porém o PL foi rejeitado pela gestão do vereador Carmozino Alves, que era o presidente da Câmara de Vereadores.

“Na época não tínhamos representante dentro da Câmara. Agora o Júnior Donadon foi eleito com nosso apoio, retribuiu nos ajudando e hoje temos o terreno”, disse Colatto, emocionado em meio de lágrimas.

Colatto ainda disse que hoje pode ser visto, no dia a dia, 9 corretores dentro da secretaria municipal de terras sendo atendidos pela titular da pasta Maria Terezinha Francisco (Teka), antigamente isso não era possível.

“Ninguém queria comprar nada, porque não havia asfalto, hoje podemos vender devido ao asfaltamento dentro da cidade”, finalizou o corretor.

Sem deixar perder o momento, o vereador e atual presidente da Câmara de Vereadores de Vilhena, Vanderlei Graebin, se apressou em esclarecer que em 2010 não era ele que comandava a Casa de Leis.

[tabs]
[tab title=”Rondônia Em Pauta”]Por Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]

[print-me]

One Comment

  1. Noemi 8 setembro, 2013 at 12:31 pm

    Parabéns aos Corretores por esta conquista!

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.