Aneel aprova novas tarifas para Rondônia, Acre e Amapá

2013-11-27T07:12:24+00:0027 novembro, 2013|

O aumento previsto é 28,67%, tanto para residências como para as indústrias

[pullquote]Os consumidores residenciais atendidos pela distribuidora Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) terão um reajuste de 16,44% na conta de luz a partir do próximo sábado (30).[/pullquote]

[dropcap]P[/dropcap]ara as indústrias, o aumento será 6,77%. Os valores, decorrentes da revisão tarifária periódica da distribuidora, foram aprovados hoje (26) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Ceron atende a 564 mil unidades consumidoras localizadas em 52 municípios do estado.

Para a Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), a revisão tarifária resultou em um aumento de 15,58% para os consumidores residenciais. Já as indústrias terão uma redução de 4,68% nas tarifas.

A distribuidora atende a 226 mil unidades consumidoras localizadas em 22 municípios do estado.

O processo de Revisão Tarifária Periódica tem como principal objetivo analisar, após um período previamente definido no contrato de concessão (geralmente de quatro anos), o equilíbrio econômico-financeiro da concessão. A revisão tarifária da concessionária de Rondônia foi debatida em audiência pública.

A diretoria da Aneel também homologou hoje o índice provisório do reajuste tarifário da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), que valerá a partir do próximo sábado (30) para 180 mil unidades consumidoras localizadas em todo o estado.

O aumento previsto é 28,67%, tanto para residências como para as indústrias.

A distribuidora do Amapá estava inadimplente há dez anos com o pagamento de encargos do setor elétrico. Como regularizou sua situação, a empresa poderá reajustar a tarifa.

O índice provisório estará em audiência pública do dia 29 de novembro a 31 de janeiro, que servirá para aprovar o índice definitivo do reajuste da empresa.

Agência Brasil

2 comentarios

  1. Realidade 27 novembro, 2013 at 9:14 am

    Infelizmente o nosso salario vai ser somente para pagar luz, água e comer, porque ultimamente a única coisa que a população faz é isso. Estamos em tempos que tudo está caro e que trabalhar é ser escravo para o nosso próprio consumo se quisermos sobreviver neste mundo tão desigual.

  2. Chateado 27 novembro, 2013 at 10:26 am

    Pois é, o que vc disse é a mais pura verdade. Hoje em dia nosso salário só ta dando para pagar as despesas de casa, com muito custo ainda, se não cuidar fica conta pro mes que vem kkkk

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br