Vilhena tem apenas dois fiscais federais para liberar 1250 cabeças diárias no JBS-Friboi

2014-02-14T11:17:15+00:0014 fevereiro, 2014|

Um dos fiscais já vai se aposentar e produção aumentará para 1600 cabeças após início de exportação para o exterior. Em Rondônia há apenas 18 fiscais.

imageDeficiência foi apontada hoje em reunião que deu o pontapé inicial para o processo de exportação de carne do frigorífico para os Estados Unidos. A reunião aconteceu na manhã desta sexta-feira (14) na sede da JBS em Vilhena.

Estiveram presentes o prefeito José Luiz Rover, o deputado federal Nilton Capixaba, Luciano Santos, gerente industrial da JBS Vilhena, Valterlins Calaça, superintendente federal de agricultura em Rondônia (Mapa) e Mario Cesar Brandão Barros, fiscal federal agropecuário do ministério da agricultura.

No concurso público aberto pelo Governo Federal forma disponibilizadas apenas três vagas para o estado, o que pode truncar o escoamento da produção rondoniense que já exporta para 30 países.

Valterlins apontou a deficiência na liberação da carne que pode comprometer a produção dos frigoríficos no Estado. “Nossos fiscais já vão se aposentar e produção aumentará para 1600 cabeças após início de exportação para o exterior em Vilhena”, argumentou. Ele aproveitou para pedir ao deputado Nilton Capixaba para que, através do ministério de agricultura, interceda para aumentar as vagas no concurso público federal para repor o quadro que está ficando defasado. O prefeito Zé Rover se comprometeu a ajudar, junto com a bancada, para aumentar as vagas.

O fiscal deve ser Médico Veterinário formado e concursado para poder exportar, neste ano o Governo disponibilizou apenas três vagas para Rondônia, que conta com 18 fiscais. Mucio Barros, fiscal que trabalha em Vilhena já vai se aposentar devido à legislação trabalhista. Mario Cesar Brandão Barros, que também trabalha em Vilhena disse que tem dias que sente dores na mão devido à intensidade do trabalho.

Por Hernán Lagos

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.