DSCN0840

A cada instante chegavam mais doações no local. Até esta manhã haviam mais de 15 toneladas distribuídas em 1178 cestas.

DSCN0844[dropcap]N[/dropcap]a nublada manhã da véspera do Natal inúmeras famílias carentes inteiras se amontoaram na esquina da Av. Capitão Castro com a rua Ricardo Franco no Centro de Vilhena. A fila chegava a contornar a esquina da sede do 3º Grupamento de Bombeiros onde várias cadeiras estavam lotadas e muitos levavam seus filhos na garupa ou nas cadeirinhas das bicicletas.

DSCN0846

No começo da fila, o sub-tenente Natalino organizava e recebia as famílias com o seu eterno sorriso estampado no rosto.

DSCN0866

Uma a uma, as famílias passavam pela triagem. “Temos o banco de dados da SEMAS, quem já recebeu cesta lá ou na festa do Natal Feliz não receberá aqui”, explica a responsável trajando um gorro de Papai Noel.

DSCN0859Já no interior as crianças corriam para receber seus brinquedos, enquanto os pais carregavam o pesado fardo da cesta básica.

DSCN0862

O sargento Rolim também colaborava na entrega.

DSCN0858DSCN0852Antes de sair, Papai Noel em pessoa desejava um feliz Natal com um forte abraço e um sonoro ho, ho, ho!

DSCN0872Ana Maria Mamãedê, de 66 anos, veio do município de Cabixi para receber a cesta. “Ajuda muito esta cesta, amanhã volto para Cabixi”, afirmou. Ela é mãe de 8 filhos e 27 netos.

DSCN0870As doações vieram da campanha “Natal para Todos” do Pato Branco Supermercados, da Gazin e particulares. No final da reportagem, seu Pedro Eduardo Fausto, de 78 anos, que mora em Vilhena há 27 anos entregava mais 5 cestas básicas, e as doações não paravam de chegar.

DSCN0876Por Hernán Lagos