Phoenix foi golpeado várias vezes no abdome. O jovem de 21 anos ficou caído no chão, sobre uma poça de sangue.

Um crime recentemente ocorrido no bairro comercial de Shinjuku, em Tóquio (Japão), deixou ao mesmo tempo muita gente estarrecida e fascinada.

Durante uma ferrenha discussão, Yuka Takaoka esfaqueou o namorado, Phoenix Luna. Os dois trabalham em Kabukicho, o distrito da luz vermelha da capital japonesa. Porém uma imagem íntima achada por Yuka no smartphone de Phoenix provocou nela um acesso de fúria e ciúme.

Phoenix foi golpeado várias vezes no abdome. O jovem de 21 anos ficou caído no chão, sobre uma poça de sangue. Calmamente, sem sair da cena do crime, Yuka acendeu um cigarro, pegou o celular e ligou para uma amiga diante de um policial.

A tranquilidade de Yuka deixou nos usuários de redes sociais um misto de perplexidade e fascínio. Em vez de despertar fúria de internautas, a japonesa ganhou um grande número de fãs e o seu comportamento viralizou. Muitos a estão chamando de “a criminosa mais bonita do Japão”.

Outros estão comparando Yuka a uma personagem de anime.

“A razão da popularidade on-line se baseia na ideia de que ela é uma encarnação na vida real de uma personagem do mundo do anime. Essa personagem, tipicamente feminina, volta-se à violência homicida na busca do amor”, explicou o jornalista Kenji Nakano ao “Tokyo Reporter”.

Phoenix sobreviveu ao ataque. Ele disse não ter raiva da (agora) ex.

Extra Globo