Evento oferecerá mesmos benefícios da edição 2017, mas com gasto 40% menor


AÇÃO acontece no estádio municipal de Vilhena neste sábado, dia 15

O Natal Feliz deste ano terá alcance e qualidade redobrados para beneficiar todos aqueles que estão em situação de vulnerabilidade social na cidade. O evento acontece no estádio municipal no próximo sábado, dia 15, a partir das 14h. Reduzindo os gastos em 40% em relação ao ano passado, mas mantendo os mesmos serviços, a Prefeitura de Vilhena oferecerá mil cestas básicas, brinquedos, algodão doce, pipoca, pula-pula, diversão em brinquedos para crianças durante o evento e apresentações culturais para milhares de crianças e famílias.

“Muitas pessoas não têm motivos para comemorar em dezembro, visto que suas condições não permitem uma refeição bonita ou comprar brinquedos para seus filhos. Preocupados com a dignidade humana, a solidariedade e o bem-estar de nossos moradores, faremos uma grande distribuição de alimentos, brinquedos e daremos uma super festa gratuita a todos”, conta Patrícia da Glória, secretária de Assistência Social, que organiza o Natal Feliz deste ano.

Em parceria com a Fundação Cultural de Vilhena, o evento oferecerá novidades como apresentações culturais de música, contação de histórias e pintura facial. O evento acontece no dia 15 de dezembro, a partir das 14h, no Estádio Municipal.

A Semas conseguirá, inclusive, aumentar a quantidade de brinquedos sem gastar com aquisição de bonecas. Após verificar seu estoque, a secretaria percebeu que mais de 3 mil bonecas adquiridas em 2017 não foram usadas na festa de Natal do ano passado e acabaram deixadas até mesmo nas caixas em que vieram. A fim de economizar ainda mais do que já estava planejado, a Semas aplicará os conceitos de uma boa gestão para distribuir o material não aproveitado, mas ainda novo, para milhares de crianças em situação de vulnerabilidade social.

O investimento previsto para o Natal Feliz deste ano é de R$ 147 mil, sendo a maior parcela, de R$ 74 mil para aquisição de cestas básicas, enquanto as outras duas parcelas menores, de R$ 30 mil e R$ 43 mil, serão destinadas para compra de brinquedos para distribuição e para a organização do evento, fornecimentos de equipamentos como cama elásticas, escorregador inflável, carrinho com máquina de algodão doce e carrinhos de pipoca a vontade, além de compressor de ar.

Em 2017, segundo o site da Prefeitura, para a mesma festa foram abertos processos de aquisição que somaram R$ 238 mil, com R$ 79 mil para cestas básicas, R$ 80 mil para brinquedos, R$ 29 mil para balas e picolés e R$ 50,5 mil para organização do evento.

O prefeito Eduardo Japonês garante que a redução sensata nos gastos é uma das diretrizes que está repassando a todas as secretarias. “Usar os recursos públicos com responsabilidade e, ao mesmo tempo, pensar com carinho na população é um dos objetivos desta gestão. É trabalhoso economizar. É desgastante aparar as arestas. Porém, depois de feito, o serviço dá muito mais resultado e temos a consciência limpa de dizer que fizemos o nosso melhor”, revela Japonês.

Semcom