Rondoniense morre triturado em Usina Termoelétrica

2013-11-25T16:37:42+00:0025 novembro, 2013|

O operador de caldeira Genilson de Jesus Fonseca, 27 anos, morreu triturado enquanto trabalhava na Usina Termoelétrica UTE Guaçu, localizada no município de Aripuanã (MT).

69e82ac062d604b44b25bdffb5fbf6d8O acidente aconteceu no momento em que o funcionário fazia limpeza na máquina de Silo Pulmão. A máquina é utilizada para alimentar caldeiras e solucionar problemas de extração de biomassa de difícil escoamento tais como cascas de pinus, cascas de eucalipto e resíduos de madeira em geral.

Colegas de trabalho informaram que Genilson estava sozinho no momento do acidente e que ainda ouviram o grito de socorro, mas quando chegaram ao local avistaram somente um pedaço do crânio da vítima para o lado de fora. Eles suspeitam que o rapaz tenha sido puxado pela máquina.

9676bc1489bf2b74551f3ed6fb879ce5

Funcionários e ex-funcionários reclamaram que o local não possui nenhuma segurança e que inclusive já haviam alertado os responsáveis pela empresa, sobre o risco. “Todos os encarregados sabiam do perigo, pois já havíamos falado em várias reuniões. Ele acabou morrendo por um vacilo e a empresa tinha ciência do que estava acontecendo lá dentro”, relata um deles.

A Polícia Judiciária Civil de Aripuanã isolou o local para realização do trabalho de perícia e abriu inquérito para investigar as possíveis causas do acidente. Os responsáveis pela empresa foram procurados pela reportagem, mas não quiseram pronunciar sobre o assunto.

Genilson de Jesus Fonseca era natural de Ouro Preto do Oeste-RO e residia em Aripuanã com a esposa e o filho de apenas 4 anos de idade.

Fonte: jregional.com.br

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.