Rover apresenta obras e projetos na Conferência das Cidades

2013-04-16T12:05:54+00:0016 abril, 2013|

Vicente-m2-(78)[dropcap]S[/dropcap]ob o tema “Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana Já!”, a Prefeitura de Vilhena realizou na manhã desta terça-feira, 16, a V Conferência Municipal das Cidades. O evento foi aberto oficialmente pelo prefeito Zé Rover e contou com a participação da vice-prefeita de Cerejeiras, Elizete Marth, secretários municipais, vereadores, estudantes, imprensa e população em geral.

O prefeito fez uma explanação do trabalho realizado nos últimos quatro anos, destacando que as ações foram pautadas pela 4ª Conferência, realizada no início de seu primeiro mandato. “E hoje temos a grata satisfação de olhar para trás e ver que tudo aquilo que planejamos foi concretizado”, afirmou, ao reforçar que a Conferência serve para planejar a cidade desejada para os próximos quatro anos. Zé Rover lembrou ainda o prêmio Prefeito Empreendedor, recebido no ano passado, quando Vilhena ficou entre as 13 melhores cidades do Brasil.

Com muito trabalho para mostrar, o prefeito destacou algumas principais obras e projetos que estão em andamento. Na habitação, Zé Rover lembrou que nos últimos quatro anos já foram entregues cerca de 600 casas populares. Através do programa Minha Casa Minha Vida 836 casas devem começar a ser construídas no município ainda este ano. Um outro projeto prevê mais 400 unidades habitacionais.

Em infraestrutura, o destaque fica para a macrodrenagem. A obra gigantesca que custa quase R$ 25 milhões está em fase adiantada e vai ajudar a sanar os problemas de alagamento no município. “Se o município não fizer projeto, vai sofrer no futuro com a água da chuva, como a gente vê acontecendo em tantas cidades brasileiras que passam por tragédias por falta de planejamento em infraestrutura”, argumentou. O saneamento básico também foi lembrado. O projeto está aprovado junto ao Governo Federal e prevê o investimento de quase R$ 100 milhões em uma das obras mais importantes da Região Norte, por ser hoje a falta de esgoto um dos maiores problemas das cidades brasileiras.

Zé Rover lembrou ainda dos investimentos em urbanização. A construção de novas praças e a revitalização das antigas tem estado presente nas ações e nos projetos. “Como fizemos com a praça Ângelo Spadari, havia uma determinação da Promotoria para que fossem retirados os ambulantes por uma questão estética, nós entendemos que essas pessoas tiravam dali o seu sustento e por isso construímos a praça de alimentação e organizamos o espaço de forma que hoje a praça está mais bonita e aquelas pessoas não perderam seu trabalho”, lembrou.

Na Saúde o município vive um momento de intenso investimento. A reforma do Hospital Regional está na terceira etapa. Já foram reformadas recepção, cozinha e ala feminina. O centro cirúrgico também foi reformado e reequipado. A primeira etapa do Hospital Infantil e Maternidade está pronta e a segunda etapa em fase de acabamento. Os seis postos de saúde passam por reforma e ampliação, sendo que no Bairro Cristo Rei está em fase de implantação a primeira Unidade de Pronto Atendimento do município. “Estamos agora em busca de recurso junto à Brasília, na ordem de R$ 2.750 milhões para ampliação do HR”, destacou o prefeito.

[pullquote]Rover concluiu lembrando que o município conta hoje com mais de R$ 300 milhões em obras cadastradas junto ao Governo Federal, entre elas as multivias, que prevêem a extensão das marginais da BR 364 até o setor de chácaras e balneários.[/pullquote]

Na educação, além da reforma e ampliação de todas as escolas, o prefeito lembrou que três novas escolas estão em construção e devem ser inauguradas nos próximos dias. A escola no setor 73 tem previsão de entrega da obra em cerca de dois meses. A escola Iquezinha, na Cooperfrutos, área rural, deve ser inaugurada em 20 dias. Quanto à Escola de Tempo Integral, o prefeito destacou que é uma escola diferenciada onde só o município já investiu mais de R$ 700 mil em recurso próprio. “É um modelo de escola que queremos implantar como modelo em Rondônia”, destacou.

Vicente-m2-(134)A Conferência prossegue durante toda a manhã com a discussão de projetos e apresentação de ações feita pelos secretários municipais. A realização da Conferência das Cidades é uma determinação do Governo Federal, já que o Ministério das Cidades realiza, de 20 a 24 de novembro a Conferência Nacional das Cidades, em Brasília, sendo que o evento em esferas estadual e municipal antecedem.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”] Semcom[/tab]
[/tabs]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br