Três alunos da Coopevi, Cooperativa Educacional de Vilhena, venceram a etapa regional do Concurso Cultural Cooperativista 2019, desenvolvido pelo Instituto Sicoob, e receberam a premiação na terça-feira, 26 de novembro. Matheus Esteves Mezzomo Crisóstomo, 10 anos, e Cecília dos Santos Schaida, 10 anos, do 5º ano, venceram na categoria redação, enquanto Pedro Henrique Lubianco Martinure, 8 anos, do 3º ano, na categoria desenho. Os alunos ganharam uma bicicleta cada.

O Concurso Cultural Cooperativista 2019 foi realizado entre alunos do 3º e 5º ano do Ensino Fundamental I, com a finalidade de difundir o conceito de cooperação para as crianças de escolas públicas e privadas, as motivando a se tornarem cidadãs mais conscientes. Em todo o Brasil, foram mais de 60 mil inscritos, que produziram redações e desenhos com o tema ‘Consumo Consciente’.

Além dos alunos, as professoras orientadoras Taynara Bontonato Mazuco e Joseli Pagani também receberam uma premiação de R$ 500 em dinheiro.

A coordenadora pedagógica da Coopevi, Meire Roldão, contou que os alunos classificados são muito dedicados aos estudos. “São exemplares e leem muito, os pais incentivam a leitura também, e o resultado está na escrita”, afirmou.

Ela disse ainda que os alunos ficaram surpresos ao receberem a notícia do resultado do concurso, menos Cecília que contou que já esperava. “Estava muito ansiosa, mas eu e minha mãe já sabíamos que eu iria ganhar”, revelou ela, que adora ler livros engraçados e de suspense. Em média, Cecília lê 2 livros por mês.

Matheus, que venceu na mesma categoria de Cecília, além das leituras que faz em sala de aula, também gosta de ler em casa. Ele disse que estuda muito, pois se preocupa com seu futuro. “Quando crescer quero ser médico, mas antes vou tentar ser jogador de futebol”, contou. Já Pedro quer ser arquiteto. “Eu gosto muito de desenhar casas, aí minha mãe diz que quando crescer vou ser arquiteto”, disse.

Em seu desenho para o concurso, Pedro contou que quis representar três aspectos que o tema consumo consciente engloba: reduzir, reciclar e reutilizar. O que facilitou para ele foi já ter aprendido na escola sobre sustentabilidade, segundo Meire. “Colocou tudo o que tinha estudado no desenho”, disse ela.

Os alunos também participaram da etapa nacional, onde uma comissão avaliadora definiu o desenho e a redação vencedora. Porém, não venceram essa etapa.

Aline Rayane de Mattos
Marketing e Comunicação