Requerimentos da vereadora Maria José da Farmácia (PDT), apresentados na última sessão ordinária na Câmara de Vilhena, foram aprovados por unanimidade.

MARIA-JOSE-DA-FARMACIA-4Maria José requereu a lista de cargos comissionados e efetivos, cópias de contratos de locação de prédios alugados pela prefeitura, nome de médicos que atendem na rede pública de saúde e cópias dos projetos das reformas realizadas nos postos de saúde Leonardo Alves de Souza, Industrial, Liro Hoesel e Policlínica João Luiz da Silva.

A vereadora explicou que já havia solicitado os requerimentos cinco vezes, mas todos foram negados pelo Executivo.  “Desde 2013 venho denunciando essas irregularidades na prefeitura, mas o prefeito estava blindado. Nunca recebi respostas. Esses dados não constam no Portal da Transparência da prefeitura, que deveria ser transparente”, reclamou.

Na última sessão plenária Maria José criticou a gestão do prefeito Zé Rover em função das suspeitas de desvio de dinheiro público em obras federais, investigadas pela Polícia Federal. “Queremos Educação e Saúde de qualidade. Creio que agora o Brasil acordo ao chamado da população”, avaliou.

Com relação aos requerimentos, o prefeito Zé Rover tem 15 dias de prazo regimental, a partir da quarta-feira, 19. Ou seja: o preito tem até o dia 02 de setembro para entregar à Câmara as informações requeridas por Maria José da Farmácia.

Assessoria