Vereador ficou chateado quando soube da retirada dos nomes nas escolas e proporá novamente renomear as escolas com os nomes dos seus familiares

image“Não quero gerar mais celeuma desnecessária sobre o nome de família, porque tem o nome do meu pai e minha mãe. Não faço questão de apresentar nomes até porque todos os dias falecem pioneiros e pessoas da cidade que contribuíram e talvez mereceriam uma justa homenagem. O que se discutia nesse processo era a forma como foi apresentada esse nome, porque foi feito por decreto e não por Lei. Na época ninguém questionou, meu tio Marcos pioneiro. Minha mãe, eu tenho fotos dela fazendo trabalho pedagógico antes de ser nomeada a escola, tenho foto. Na época foi uma homenagem justa e prefiro não questionar a justiça porque tecnicamente está correta. Quando recebei a ligação do jornalista, fiquei chateado e não falei mais nada porque podia virar politicagem. Quem vai conseguir chamar a escola Dalila Donadon de outro nome? Eu vou apresentar os projetos de lei. Vai dar prejuízo nas documentações para os alunos e o município, eles nada tem a ver com uma discussão política ou politicagem. Meu tio Marcos foi um desbravador, ninguém queria vir aqui, isto era uma selva, portanto é merecido. Garanto que já temos nomes de pessoas que não fizeram nada heróico, mas a câmara aprovou. Isso é muito delicado e não pode ser tratado de forma leviana. Sugiro que esses nomes retirados sejam postos para avaliação novamente, senão for para homenagem, pelo menos para não dar prejuízo na documentação”, desabafou o vereador.

Por Hernán Lagos