Leia a coluna “A malagueta”: no dos outros será sempre refresco

2013-09-26T18:29:32+00:0026 setembro, 2013|

Prefeito empreendedor

– Muita gente maldosa não consegue entender que nosso prefeito é um grande e muito bem preparado empreendedor comercial, antes mesmo de entrar na política já era um fenômeno econômico. Ao se tornar prefeito os negócios se desenvolveram mais ainda. Suas empresas sempre foram muito bem administradas e o resultado está na cara de todos. É assim que se consegue juntar a bagatela de seis milhões de reais para se comprar um hotel. Devemos nos orgulhar da genial competência do nosso líder maior. Desta forma é possível entender o motivo de sua administração estar elevando Vilhena ao nível de primeiro mundo. Observemos nossa educação, saúde, segurança e empregos, o crescimento é notável. Para confirmar esse abençoado e estrondoso desempenho o mesmo recebeu um prêmio internacionalmente reconhecido oferecido pelo também mundialmente destacado colunista social Tergon. É simples entender, qualquer comentário é maldoso, quem critica sofre de um dos maiores males do universo, dor de cotovelo.

Vai fazer falta

– Vilhena perde uma grande e ilustre cidadã, Vilma Pereira de Morais, todos que a conheciam davam conta de seu amor pela cidade e seu universo cultural, Vilma era membro da AVL, Academia Vilhenense de Letras e uma empolgada militante cultural da cidade, realmente era muito querida e com certeza, vai fazer falta.

Entre tapas e beijos

– Alguns casais do movimentado universo político, empresarial e social de Vilhena, parecem gostar de ocupar as páginas policiais dos jornais e demais noticiários em função do exercício ilegal da prática do amor. A conhecida e despudorada traição conjugal. Dia desses, os cuecões da cidade, foram presenteados com “apimentado vídeo” onde tudo era possível, podemos somar ao caso, histórias onde filhas espancam a infame malfeitora, “nociva ao lar alheio”, àquela que seduziu o pobre pai no leito de suas genitoras. Aqui e acolá vazam histórias picantes, esposas que são flagranteadas com o “pé de pano”, “alcoviteiro”, “destruidor de lares”, “Ricardão da cidade clima”, “garanhão da boca da noite escura”, “aquele que não bate fofo na cara do sapo”, “o Coca Litro do sexo”, “o Don Juan do Pareci”. Enfim, são múltiplos os sinônimos utilizados para definir a esses que tentam aquecer a vida sexual dos casais alheios, sem que aja a devida aprovação ou permissão do par. Muitas vezes, os próprios casais permitem a ação do malvado, por se acomodaram aos seus travesseiro e camas, utilizando as mesmas somente para dormir, roncar e para seus sonhos angelicais. Abandonar de forma irresponsável uma atuação sexual saudável, atlética e sensual junto ao parceiro ou parceira que por se encontrarem ainda vivos e somente adormecido(a), tornam-se alvos fáceis dos sedutores que atuam com muito perfume, fala mole, jeito e sensualidade nestes contrafortes do belo e libidinoso rio Guaporé.

Pegou mal o discurso na ONU

– Nossa presidenta que costuma gastar até três mil reais dos nossos impostos em salões de beleza em Brasília, na titânica luta para por o topete em seu devido lugar. Semana passada na ONU, teria feito melhor se buscasse equipar o Brasil contra os, cada vez mais comuns, ataques cibernéticos. Para quem não sabe e tão pouco soube, a presidenta dos famosos mensaleiros e dos que fazem de suas cuecas “poupança da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil”, faz o oposto. Engavetou um projeto de Política Nacional de Inteligência que cria diretrizes para o Estado brasileiro se prevenir de ações de espionagem. O texto está pronto e parado, no planalto, desde novembro de 2010. É mais fácil falar que fazer. As tais escutas americanas, se divulgadas, devem revelar profundos esquemas de corrupção na Petrobrás, tanto que nada foi divulgado daquilo que foi descoberto pelo Tio San nas tais espionagens.

A cura gay terá seu representante mor em Rondônia

– Foi na semana atrasada que o Filósofo, Pastor, sexólogo e Doutor das ciências ocultas, pastor Marcos Feliciano ao visitar a cidade de Ariquemes, informou sua intenção de ser candidato a governador em um Estado onde a maioria dos seus habitantes professasse o protestantismo. É pra acabar mesmo! Os militantes do seu partido em Rondônia, o PSC, já se preparam para a grande marcha “antigay” em Rondônia. O candidato homofóbico já contratou uma agência publicitária que está lançando aos fiéis à possibilidade dos mesmos escolherem em voto secreto o slogan de campanha, um representante infiltrado do Rondoniaempauta no movimento evangélico rondoniense, descobriu que o slogan que no momento possui o maior número de adeptos e que provavelmente vai ganhar è: Marcos Feliciano para governador, “ele nunca gay”.

Uma ação judicial inusitada

– Uma mulher, advogada, chamada Karla Dias Baptista, processa seu marido em função do mesmo possuir o pênis pequeno. Residente no município de Porto Grande no Amapá. A questão é inusitada na jurisprudência nacional. Em outros países como Estados Unidos e principalmente Japão existem casos e jurisprudência, aqui ainda não. Antonio Chagas Dolores que possui a tal insignificância peniana reclama de ter sua vida exposta desta forma e também pretende processar sua ex-mulher. Esta moléstia é caracterizada por pênis que em estado de ereção não atingem oito centímetros. A literatura médica afirma que esta reduzida envergadura inibe drasticamente a libido feminina interferindo de forma impactante na construção do desejo sexual. O casal viveu por dois anos uma relação de namoro e noivado e durante este tempo não desenvolveu relacionamento sexual de nenhuma espécie em função da convicção religiosa de Antonio Chagas. Karla hoje o acusa de ter usado a motivação religiosa para esconder seu problema crônico. Em depoimento a imprensa a denunciante disse que “se eu tivesse visto antes o tamanho do ‘problema’ eu jamais teria me casado”. A legislação brasileira considera erro essencial sobre a pessoa do outro cônjuge quando existe a “ignorância, anterior ao casamento, de defeito físico irremediável, ou de moléstia grave”. Antonio que agora é conhecido na região como Toninho Anaconda, afirma que a repercussão do caso gerou graves prejuízos para sua honra. Um caso tenso! E ela ainda deu entrada no processo no Juizado de Pequenas Causas… Aí também já é sacanagem!!!…

Semana que vem tem mais…..

[print-me]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br