Mulheres pegam no pesado e trabalham na construção civil

2013-05-29T14:56:50+00:0029 maio, 2013|

DSCN2580Cerca de 25 mulheres trabalham na reforma do Salão do Reino das Testemunhas de Jeová – Congregação Central de Vilhena. Na obra, elas se transformam em pedreiras, carpinteiras, ajudante de pedreiro etc

IMG_2221[dropcap]E[/dropcap]las são funcionárias públicas, assistentes sociais, comerciantes, mães, comerciárias, donas de casa e… pedreiras, carpinteiras, ajudante de pedreiro etc. Cerca de 25 mulheres estão trabalhando na obra civil de reforma do Salão do Reino das Testemunhas de Jeová – Congregação Central –, em Vilhena. As voluntárias, que se juntaram a um número similar de homens, são da própria Congregação e das demais de Vilhena – veio mulher até de Porto Velho para participar da reforma, que deve levar cerca de 50 dias para a conclusão.

DSCN2598       O Salão do Reino das Testemunhas de Jeová, no centro de Vilhena, resolveu fazer a reforma do seu prédio pelo regime de mutirão. As mulheres prontamente se ofereceram como voluntárias. Elas trabalham com a parte elétrica, piso, azulejo, forro, ajudante geral, enfim, tudo. Serviços excessivamente pesados ficam para os homens. “Os próprios homens não nos deixam pegar muito pesado”, disse a assistente social Lilian Cristina Romão, 45 anos, uma das voluntárias da reforma.

Lilian Cristina Romão

Lilian Cristina Romão

       De acordo com o mestre de obras e responsável pela reforma, Tadeu Novais, também membro do Salão do Reino das Testemunhas de Jeová, as mulheres comparecem em períodos de folga e em regime de revezamento. “Elas são muito ativas; algumas participam da reforma toda, do início ao fim”, explicou.

Geraldina Ferreira Neves

Geraldina Ferreira Neves

       É o caso da professora Geraldina Ferreira Neves, 27 anos. Ela veio de Porto Velho especialmente para participar da reforma do Salão em Vilhena. Vai participar da obra do início ao fim e em tempo integral. “É um trabalho voluntário que faço com o objetivo de deixar essa casa de adoração um local mais digno. Não é um trabalho extenuante. Faço com alegria”, comentou.

DSCN2587       Lilian Romão explicou que se sente gratificada pelo trabalho voluntário que faz no Salão. É a quarta vez que ela participa de reformas similares. “Não é um trabalho pesado. Escolhemos o que fazer para ajudar na obra de acordo com nossas aptidões e capacidade física”, concluiu.

DSCN2588[tabs]
[tab title=”Rondônia Em Pauta”]Por Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]

[print-me]

3 comentarios

  1. Cirilo 30 maio, 2013 at 10:59 pm

    Essas mulheres realmente são um verdadeiro exercito! Excelente exemplo.

  2. eliane da silva marçal 24 junho, 2013 at 5:48 pm

    todos podemos ajudar sendo mulheres .somos em grande quantiade sabemos que pegamos menos pesos mais por sermos muitas fazemos um grande trabalho.Parabens a todas que participam dessa obra.

  3. eliane da silva marçal 24 junho, 2013 at 5:49 pm

    pegamos menos pesos mais por sermos muitas fazemos um grande trabalho.Parabens a todas que participam dessa obra.

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br