Muitas empresas podem falir caso o fechamento total do comércio aconteça

Diante da possibilidade de um lockdown, a Associação Comercial e Empresarial de Vilhena – ACIV comunica seus associados e demais comerciantes da cidade que se posiciona contra o fechamento das empresas locais, levando em consideração que há cerca de 100 dias o comércio tem sofrido com os efeitos que o novo coronavírus tem causado à economia.

É um momento delicado, mas, o comércio não pode pagar pela falta de atitude do governador de Rondônia, que no início da pandemia não tomou medidas necessárias para conter a disseminação do vírus, que logo se espalhou pelo Estado devido a falta de ação preventiva por parte dos governantes.

Pedimos que haja espírito de cooperação entre todos, e que a população também colabore com as medidas necessárias para evitar contaminação e disseminação, como usar máscaras e evitar se aglomerar. O comércio tem feito sua parte nos cuidados.

Caso as empresas de Vilhena voltem a fechar as portas, muitas delas não conseguirão retornar às suas atividades quando tudo isso passar, o que vai resultar em um grande número de desemprego na cidade.

Assessoria