Cenário político atual também está entre as preocupações dos comerciantes

A Associação Comercial e Empresarial de Vilhena – ACIV, diante dos impactos causados pelo novo coronavírus na cidade, fez uma pesquisa junto a comerciantes locais para ter conhecimento de como a pandemia refletiu em seus empreendimentos. 113 empresas responderam ao questionário, que foi enviado por e-mail e divulgado nas redes sociais da entidade.

Entre as perguntas estava a estimativa de perda de receita em 2020, e também se essas empresas buscariam empréstimo para lidar com o atual momento. Vale ressaltar que maioria das respostas foi dada por MEIs. Até então, maior parte dos que responderam não precisaram negociar pagamentos com seus fornecedores, mas, os recebimentos com os clientes passaram por negociações.

De acordo com as respostas dadas na questão “Durante esse período da crise do Coronavírus, quais são suas principais preocupações com relação ao seu negócio?”, as apreensões giram em torno de um possível fechamento do comércio, queda nas vendas, falência, pagamentos de impostos e fornecedores, acúmulos de dívidas, a demora para a retomada dos negócios, desfalque no salário de colaboradores com a diminuição das vendas, demissões, e também com o cenário político atual, entre outras.

O objetivo da pesquisa foi para ter uma estimativa de como o COVID-19 refletiu na economia da cidade e, assim, criar ações em prol dos associados, de modo que as consequências da pandemia não abalem ainda mais a estrutura do comércio local.

Os gráficos serão disponibilizados abaixo para que todos vejam os números obtidos com a pesquisa.

Por Assessoria