‘Ciências humanas são tão importantes quanto exatas e biológicas’, diz professora de Harvard