Garis recebem homenagem com exposição fotográfica de acadêmica de Jornalismo

2013-05-21T17:42:53+00:0017 maio, 2013|

DSCN1995Mais de 100 pessoas entre garis e suas famílias, acadêmicos da UNIR, representantes da Fundação Cultural de Vilhena Gilberto Fonseca e Nettü Regert, o secretário de obras Elizeu de Lima, os vereadores Célio Batista e Garcia e representando a prefeitura a servidora Rita Moreira prestigiaram a apresentação que mostrou a rotina e as vicissitudes diárias dos garis na hora da colheita de lixo.

Leiliane Inês Francisco

Leiliane Inês Francisco

O tema “Invisibilidade: a árdua tarefa de manter a cidade limpa”, que homenageou os garis, foi exibido no auditório da Prefeitura de Vilhena às 19h30 desta quinta-feira, 16, Dia do Gari. O acervo fotográfico é uma compilação de imagens captadas pela acadêmica Leiliane Inês Francisco do curso de Comunicação Social-Jornalismo da UNIR, Campus de Vilhena. O trabalho foi válido para a disciplina de Fotojornalismo ministrada pela professora Elizabeth Kitamura. A professora Evelyn Morales, do departamento de jornalismo, apoiou nos arranjos da exposição.

DSCN1988As fotos foram tiradas em preto e branco com uma câmera profissional modelo D40X da Nikon, nos dias 15 e 16 de abril deste ano, foram percorridos o Setor 22 e o Bairro Cristo Rei.

DSCN2002“Minha intenção é despertar o olhar e respeitar o trabalho destas pessoas. E assim a importância de externar à sociedade, imagens sobre o meu olhar nos dois dias que os fotografei desempenhando seu serviço. Tenho a intenção de homenageá-los e mostrar reconhecimento ao serviço que os garis nos prestam diariamente. Eles não são vistos, são tratados como objetos. O professor de USP, Fernando Braga da Costa, defendeu uma tese de doutorado, ele passou uns anos vivendo um paralelo, um ou dois dias ele se disfarçava de gari para defender a tese da invisibilidade pública, nem os seus colegas o reconheciam. As pessoas me viam e não viam eles. Temos que reconhecer o outro ser humano. As pessoas passam do lado do gari e não o veem. Meu objetivo é que as pessoas sejam mais educadas com o trabalhador. As crianças, ao contrário dos adultos, saem de suas casas e param de brincar para observar o trabalho dos garis”, explicou Leiliane.

DSCN2001Leiliane agradeceu a paciência e a disponibilidade dos garis que gentilmente a esperaram, em meio ao trabalho, para ela realizar o seu.

DSCN1974No final foram sorteados prêmios entre os garis, doados pelo comércio local, seguidamente foi servido um coquetel.

DSCN2021[tabs]
[tab title=”Rondônia Em Pauta”]Por Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]

[print-me]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br