Mesa redonda

Mesa redonda

“Desestrutura familiar é a principal causa dos problemas entre os jovens”, explanou a Dra. Yara Travalon, promotora de justiça.

[dropcap]N[/dropcap]esta semana, de 14 a 19 de abril, foi realizada a 5ª Semana Social Brasileira sendo a 2ª Semana Social Vilhenense que contou com a participação das escolas e comunidades vilhenenses. O encerramento aconteceu nesta sexta às 19h no Centro de Tradições Gaúchas-CTG.

[pullquote]O grande ausente do debate foi o presidente da Câmara de Vereadores Wanderley Graebin que deveria falar sobre o tema “Violência no Trânsito: Causas e Consequências”[/pullquote]

No evento, que lotou o recinto, foi debatido o “Estado Democrático x Sociedade Participativa”. A mesa teve como mediador o professor da rede pública e coordenador da Pastoral da Comunicação, Ronildo do Nascimento.

Dr. Yara Travalon

Dr. Yara Travalon

A Promotora de Justiça Dr. Yara Travalon debateu sobre o Bullyng, a Indisciplina Escolar x Aprendizagem. “Desestrutura familiar é a principal causa dos problemas entre os jovens e adolescentes. Nessa idade há uma quantidade enorme de hormônios que atuam no organismo para o amadurecimento do corpo e da vida sexual. Quando um dos pais falta, ou há problemas familiares os que são mais afetados são os jovens”, explanou a promotora.

Sueli Magalhães

Sueli Magalhães

A assessora direta do Prefeito de Vilhena, Sueli Magalhães debateu sobre o Desemprego, as causas e consequências. “As pessoas querem emprego, mas não querem se capacitar. Nosso desafio é levá-los para fazer os cursos que a prefeitura oferece”, explicou Sueli.

Fábio Santos de Andrad

Fábio Santos de Andrad

O professor mestre da UNIR, Fábio Santos de Andrade, debateu sobre Drogas e DST´s x Juventude. “Segundo pesquisas 87% dos jovens já teve experiências com drogas lícitas, como o álcool, e 52% tiveram contato com drogas ilícitas e ainda usam. Um dos motivos é vencer a timidez. O vício que mais aumenta é a do crack”, informou Fábio.

Na mesa redonda também debateram o Dr. Gervano Vicent, tema “Meio Ambiente Sustentável”, a advogada Regiane Estefanny Castilho, tema “Violência Doméstica (Contra a mulher, crianças e idosos)”, Jair de Oliveira, tema “Corrupção Ativa e Passiva: Causas e consequências” e a Sra. Rosimary Candido Plans, da Pastoral Indigenista da Diócese de Ji-Paraná junto com o Cacique da Aldeia Sabanê, Lino Sabanê, o tema abordado foi “Causa Indígena: Um Povo Marginalizado”.

DSCN0425No evento houve apresentações culturais do Grupo Musical Gospel, do Grupo de Dança do Projeto Sombra e Água Fresta da Igreja Metodista, uma Dança Indígena pelos índios da Aldeia Sowaintê, apresentação de teatros, do Grupo de Dança da Escola estadual Maria Arlete Toledo, do Grupo de Jovens de dança e teatro JUNAC.

Cartazes feitos por alunos vilhenenses

Cartazes feitos por alunos vilhenenses

Também houve a entrega da premiação aos vencedores dos Concursos de Cartazes, Frases, Poemas e Teatros.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”]Autor e fotos: Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]