Iniciou na manhã de hoje, 24, o IX Seminário de Educação Inclusiva: Direito à Diversidade. Vilhena é sede das discussões que ocorrem no período de 24 a 28 de junho de 2013, no Centro de Formação Maximiliano Kolb

seminario-ed-inclusiva[dropcap]P[/dropcap]articipam deste evento os representantes de quatorze municípios de abrangência: Alta Floresta D’Oeste, Alto Alegre dos Parecis, Cerejeiras, Chupinguaia, Corumbiara, Espigão D’Oeste, Parecis, Pimenta Bueno, Pimenteiras D’Oeste, Primavera de Rondônia, Rolim de Moura, Santa Luzia D’Oeste, São Felipe, São Francisco do Guaporé.

Segundo o responsável pela pasta da educação vilhenense e atual presidente estadual da UNDIME, José Carlos Arrigo, em seis anos foi possível duplicar o número de alunos atendidos, “se a educação é para todos temos que atender a todos e Vilhena como município pólo tem que dar o exemplo”, afirmou.

O secretário reforçou ainda que objetivo da Educação Especial é proporcionar e desenvolver novas metodologias. “Para atender às necessidades dos alunos com deficiência estamos sempre em busca de materiais mais adequados, planejamos a intervenção educacional em conjunto com a escola regular e, desenvolvendo potencialidades buscamos ser cada vez melhores”, complementou.

Este Seminário é voltado aos gestores, professores do ensino regular e professores das Salas de Recursos Multifuncionais e visa fortalecer a gestão dos sistemas educacionais inclusivos, através da formação continuada de gestores e educadores. Acontece em Vilhena por ter se tornado um dos três pólos de Rondônia destacando-se como referência em atendimento especializado.

Para o prefeito Zé Rover, é importante ressaltar que o fator que mais contribui com o diferencial da educação local é o investimento em formação continuada que a prefeitura de Vilhena, através da Secretaria Municipal de Educação – SEMED desenvolve desde 2011 nas escolas. Neste quesito são vários os projetos desenvolvidos com o objetivo de refletir as práticas pedagógicas, a verdadeira escola inclusiva, e principalmente a realidade de cada escola.