Emerson Castro, secretário estadual de educação, foi recepcionado por Ronaldo Davi Alevato, secretário executivo regional

image[dropcap]A[/dropcap] visita aconteceu na manhã desta quinta-feira (20) e teve como objetivo verificar a situação das escolas e escutar as reivindicações dos docentes. Edson Soares Nogueira, coordenador regional de ensino, acompanhou o trabalho do secretário.

imagePela manhã começou pela escola Genival Nunes, onde visitou as instalações e apontou recomendações. Na biblioteca, verificou se a quantidade de livros está certa, na merenda observou como os alimentos estão sendo estocados e em que condições. Também averiguou como está o projeto Tempo Integral da escola. O diretor da escola Joaquim Germiniano realizou uma reunião de professores para escutar o secretário.

“Nesses meses que estou na Seduc foi de imersão para conhecer a realidade do setor. O Governador gostaria de aumentar o dobro para os professores, mas precisamos de lastro financeiro. As escolas da cidade estão de parabéns. Estamos lutando para que a transposição seja concretizada. A escola transfere conhecimento, mas o professor tem que apoiar moralmente quando a família é desagregada, devemos interromper esse círculo vicioso para torná-lo virtuoso, pois talvez esses pais também vêm de uma família nessas condições”, apontou o secretário.

Seguidamente, o secretário se deslocou à escolas Wilson Camargo e as outras estaduais.

Por Hernán Lagos