Projeto base do Estádio Portal da Amazônia estava incompleto e foi atualizado em 2019

O Estádio Arnaldo Lopes Martins, popularmente conhecido como Portal da Amazônia, passa por diversas melhorias nos últimos meses, tanto documentais como estruturais. No último ano o local ganhou projeto contra incêndio, obras de acessibilidade, luzes de emergência, pintura, manutenção elétrica, entre outros. As várias atividades esportivas do estádio, agora, podem ser realizadas com mais segurança, conforto e respeito aos portadores de necessidades especiais.

Silmar de Freitas, secretário de esportes, destaca que as ações valorizam o Esporte, o torcedor e se adequam também às normas das competições estaduais e nacionais. “Fizemos inúmeras intervenções, como rampas de acessibilidade para cadeirantes, sinalização de segurança, placas indicativas, pinturas nas arquibancadas, manutenção da estrutura elétrica e, claro, os itens necessários do laudo de prevenção e combate de incêndio em fevereiro deste ano”, destaca.

Um dos problemas antigos do Estádio que foi resolvido era a ausência das arquibancadas de madeira no projeto oficial da planta original na Prefeitura. O secretário lembra que, ao revisar as normativas da Confederação Brasileira de Futebol, constatou, junto com o engenheiro civil Eduardo Fernando da Silva, da Prefeitura, que as duas arquibancadas de madeira do estádio “não existiam”.

“Em todos estes anos, era como se, legalmente, não houvesse as duas arquibancadas de madeira, apenas a de cimento. Fizemos a alterações no projeto, as incluímos e fizemos todos os procedimentos necessários de manutenção e segurança para que a obra esteja adequada aos padrões normativos”, revela Silmar.

Silmar também conta que as questões estéticas envolvendo o gramado, a pintura de rodapés e detalhes por toda a estrutura também ficam sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Esportes. “Estamos agora trabalhando na acessibilidade no Ginásio Jorge Teixeira para podermos bem receber os atletas de todo estado nos Jogos Paralímpicos que serão realizados aqui”, conclui.

Com capacidade para 1.500 pessoas, o Estádio Portal da Amazônia recebe partidas do campeonato Rondoniense, Copa Verde e Série D, além de competições organizadas pela Semec. Em 2012, inclusive, pela Copa do Brasil, o estádio recebeu a equipe do Palmeiras, da primeira divisão do Campeonato Brasileiro, em partida transmitida para todo o Brasil.

Semcom