O zagueiro italiano Giorgio Chiellini divulgou nota nesta sexta-feira (27) em que disse perdoar o atacante Luis Suárez pela mordida recebida do uruguaio.

Brazil Soccer WCup Italy Uruguay

Além disso, o defensor da Juventus acredita que a punição imposta pela Fifa contra Suárez foi “excessiva”.

“Eu sempre considerei a ação disciplinar inequívoca pelos órgãos competentes, mas ao mesmo tempo eu acredito que a fórmula proposta é excessiva. Espero, sinceramente, que seja permitida a ele, pelo menos, para ficar perto de seus companheiros de equipe durante os jogos, porque essa proibição é realmente alienante para um jogador”, afirmou Chiellini.

O italiano ainda passou uma mensagem positiva a Suárez, que foi punido nesta quinta-feira (26) pela Fifa com nove jogos de suspensão, uma multa de mais de R$ 200 mil e um afastamento forçado por quatro meses de qualquer atividade futebolística, o que valerá para a temporada europeia após a Copa do Mundo.

“Dentro de mim não há agora sentimentos de alegria, raiva ou vingança contra Suárez por um incidente que aconteceu em campo e acabou ali. Restam apenas a raiva e decepção com o jogo perdido. No momento, o meu único pensamento é para Luis e sua família, porque eles terão de enfrentar um período muito difícil”, completou Chiellini.

Depois do anúncio da punição, Suárez embarcou com a família para Montevidéu, onde vai aguardar os recursos que a Federação Uruguaia de Futebol prometeu impetrar contra as punições ao atacante. Na capital do país, o jogador foi recebido pelos compatriotas e os companheiros de seleção prometem entrar ainda mais motivados para encarar a Colômbia, em partida válida pelas oitavas de final do Mundial.

BRASIL POST