Judoca de Cacoal sobe duas vezes ao pódio em menos de 15 dias

Equipe após vitória de Judoca de Cacoal — Foto: CBJ/Divulgação

A judoca Amanda Arraes (44kg), de Cacoal, subiu ao pódio do Mundial de Judô da categoria Júnior pela segunda vez em menos de uma semana.

Há cinco dias, Amanda Arraes havia conquistado a medalha de bronze nas Bahamas ao derrotar a turca Gamze Sayma, em luta que a rondoniense mostrou uma variação de técnicas do judô que mereceram elogios da comissão técnica da Seleção Brasileira de Judô.

A judoca que desponta como uma grande promessa aplicou um waza-ari e depois finalizou a luta com um ippon. Atuação que deixou a adversária da Turquia sem a menor chance no combate.

Medalha de Prata

Neste domingo, 21, a equipe mista Brasileira disputou a final contra o Japão. Amanda Arraes foi relacionada para compor a equipe, mas nem chegou a lutar. Foi mais uma conquista de Amanda, que subiu ao pódio pela Seleção Brasileira para receber a medalha de prata, como resultado da conquista por equipe.

Assim, o saldo de medalhas de Amanda Arraes em mundiais merece destaque. Foram dois bronzes, o que a faz como a terceira melhor do mundo em sua categoria; e uma prata na disputa por equipe.

Outro dado interessante: com a prata, os brasileiros subiram ao pódio do mundial por equipes mistas pela primeira vez na classe Júnior.

A Seleção de Judo Sub-21 bateu Rússia e Cazaquistão nas preliminares, mas perdeu para o Japão na final, em Nassau, Bahamas

Medalhistas do Brasil no Mundial Júnior 2018

PRATA: Beatriz Souza (+78KG/EC Pinheiros/FPJudô)

PRATA: Michael Marcelino (66kg/SESI-SP/FPJudo)

BRONZE: Amanda Arraes (44kg/Naec/FEJUR)

BRONZE: Renan Torres (60kg/SESI-SP/FPJudô)

PRATA: Equipe Mista

Globoesporte