No final de semana passado, Marcone Ferreira correu na 5ª Corrida de Aniversário da cidade de Alta Floresta onde participaram atletas de todo o Estado. Na classificação geral, Marcone ficou em 7º lugar e em sua categoria ficou na 3º colocação.

10801708_886930641341088_2622941661234830007_n[pullquote]As competições estão servindo de treinamento visando a participação da Corrida de São Silvestre no final do ano, 31 de dezembro.  Na última corrida Marcone ficou na 543ª colocação, este ano pretende ficar entre os 300 e no máximo 400 colocados.[/pullquote]

[dropcap]A[/dropcap] São Silvestre tem 27 mil corredores num percurso considerado um dos mais difíceis do mundo. A competição congrega atletas de todo o mundo, a participação serve de base para eles competirem em outras corridas no meio de janeiro, fevereiro e março.

O percurso da corrida de São Silvestre é muito acidentado. Larga na Av. Paulista em direção ao Pacaembu que tem subidas e descidas, vai até o Centro Histórico de São Paulo, segue pelo viaduto do Chá e o Lago São Francisco. Ao subir a Av. Brigadeiro Luiz Antônio os atletas enfrentam 2,5 Km só de subida após ter percorrido 13,5 Km, nesse momento acontece o equilíbrio da corrida de São Silvestre e a chegada é novamente na Av. Paulista.

“Para que eu possa estar realmente preparado, estou fazendo os treinamentos de subida e descida no Piracolino na região de montanhas para pegar ritmo de corrida visando a minha 21ª participação na Corrida de São Silvestre”, explica Marcone ao Rondônia em Pauta.

No dia 30 deste mês, Marcone vai participar da última etapa do Circuito Brasileiro de Corrida de Rua que vai ser realizado em São Paulo, conhecido como o Circuito da Caixa. A largada será dentro do estádio Pacaembu com direção ao Centro Histórico de São Paulo e volta até o Pacaembu novamente. O circuito contará com a participação de 4 a 5 mil atletas, sendo a última etapa do circuito brasileiro que premia os 10 melhores atletas que receberão um patrocínio da Caixa Econômica Federal na ordem de R$ 5 mil durante todo o ano. É esperada a presença de quenianos também já que todos os anos estão competindo. No ano passado Marcone ficou na 14ª colocação que tem uma prova de 5 Km e outra de 10 Km.

Marcone aproveitou para agradecer a ajuda do Corpo de Bombeiros, Prefeitura de Vilhena, Eucatur, JFG Energia, Carevel, Tend Tudo, Ajax Bateria, Yune Net, Buriti Caminhões e à imprensa que ajudam a levar o nome da nossa cidade e do nosso estado para todo o Brasil.

Por Nano Labajos