Badminton é uma modalidade nova em Rondônia

A modalidade badminton de Rondônia participou pela segunda vez dos Jogos Escolares da Juventude e ficou no quarto lugar nos Jogos Escolares da Juventude, em Natal, se aproximando da medalha de bronze. Os jogos brasileiros seguem até dia 25 com equipes do basquete, handebol, judô e luta olímpica. Essa última modalidade terá representantes rondonienses pela primeira vez na competição nacional.

“É como se eu tivesse sido a campeã e ganhado a medalha de ouro para Rondônia”, disse a atleta Vitória Menezes, 14 anos, ao final da partida contra o Sergipe, na quarta-feira, com o placar de SE 2X0 RO, que deixou Rondônia perto da medalha de bronze, no quarto lugar nos jogos do esporte escolar brasileiro.

“A competição, como um todo, representa incentivo à dedicação ao esporte, que treino a pouco mais de um ano. O maior aprendizado é que cada vez mais precisamos treinar forte porque os adversários são mais experientes”, observa a atleta da escola estadual Cecília Meireles, de Vilhena.

Para 2019, Vitória Menezes pretende estar mais afiada com a raquete. “Ano que vem já estarei no juvenil e preciso superar os adversários”, disse a garota, que pretende buscar classificação nos Jogos Escolares de Rondônia (Joer) para fazer bonito na categoria juvenil (15 a 17 anos).

A técnica do badminton, professora Lourdes Nascimento, também participou pela primeira vez dos Jogos Brasileiros e avalia a representatividade de Rondônia na competição. “Tudo é muito novo para nós. Chegar muito perto do bronze é um sentimento de gratidão e reconhecimento pelo nosso esforço nos treinos dos atletas. Importante destacar, que a Vitória enfrentou adversárias com nível técnico superior de estados do Sul e do Sudeste”, avalia a professora, que recebeu treinamento sobre a modalidade custeado pelo governo estadual em duas ocasiões em 2018.

Colega de treino de Vitória e também competidor em Natal, o atleta Wender de Ávila não chegou tão longe no evento esportivo, porém está certo de que o esporte escolhido é o caminho para ele se tornar um atleta olímpico. “Foi uma experiência muito legal. Aprendi muito com meus erros. Meu objetivo agora é me tornar um atleta de alto rendimento e, quem sabe, representar o Brasil em uma olimpíada”, disse Wender.

O segundo período dos Jogos Escolares em Natal encerrou na quarta-feira onde atletas de 12 a 15 anos masculino e feminino buscaram recordes e pódios, nas modalidades de atletismo, voleibol, futsal e badminton. Pelo atletismo, o rondoniense Jarley Campanari Cuellar, de Machadinho D’Oeste, voltou para casa com uma medalha de prata (salto em distância) e outra de bronze (nos 75 metros rasos).

Veja fotos do evento

 


Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Paulo Sérgio
Secom – Governo de Rondônia