Acusado de homicídio na capital permanecerá preso