facaZenilton Cristian da Silva Nascimento está sendo julgado, nesta quinta-feira, 20 de novembro de 2014, no plenário da 1ª Vara do Tribunal do Júri da comarca de Porto Velho (RO). Ele é acusado de matar o próprio irmão com quatro facadas. Os trabalhos tiveram início às 8h30. No final da manhã, o Conselho de Sentença reuniu-se para votar os quesitos que poderão absolver ou condenar o réu.

Segundo consta nos autos de nº 0018386-90.2013.822.0501, no dia 03 de novembro de 2013, no Bairro Baixa União, em Porto Velho (RO), o réu teria desferido vários golpes de faca contra seu irmão, Cristiano Willian Da Silva Nascimento.

Conforme foi apurado, na data do fato, após o denunciado e a vítima passarem a madrugada ingerindo bebida alcoólica, iniciou-se uma discussão sendo que, logo após, ambos entraram em luta corporal. Ato contínuo, o réu, de faca em punho, teria atacado seu irmão. Na denúncia, consta que o crime foi praticado por motivo fútil, já que o acusado teria matado a vítima por estar enciumado com o envolvimento dele com uma terceira pessoa.

Relembre o caso:

Na manhã do dia 3 de novembro de 2013, um homem de 23 anos foi preso em flagrante em Porto Velho suspeito de matar o irmão, Cristiano Willian da Silva Nascimento, de 25 anos, a golpes de faca. Na delegacia, Zenilton Cristian da Silva Nascimento, de 23 anos, confessou o crime, ocorrido durante uma briga, e disse que não tinha a intenção de tirar a vida do irmão. O caso aconteceu na Rua Beco São João, Bairro Baixa da União, no centro da cidade.

Zenilton contou que o irmão chegou em casa por volta das 5h (horário local), com uma faca na mão, e os dois começaram a brigar. “A gente tava bebendo junto. E ele queria dormir na minha cama com uma menina que eu já tinha ficado, mas eu não deixei e ele saiu. Chegou hoje de manhã e eu só fui me defender. Não queria matar meu irmão”, diz Zenilton, chorando.

Uma unidade do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) esteve no local e atestou o óbito. Cristiano apresentava perfurações de faca no queixo, no braço direito e nas costas. A faca utilizada no crime não foi encontrada, segundo a polícia. Zenilton afirmou que arremessou para longe da casa, mas não soube informar a localidade.

Candeias do Jamari
Em Candeias do Jamari, município distante cerca de 20 quilômetros de Porto Velho, uma adolescente de 15 anos foi apreendida suspeita matar a golpes de faca outra adolescente da mesma idade.

De acordo com a polícia, a guarnição foi acionada para comparecer ao posto de saúde Santa Isabel, pois as duas menores estavam lesionadas e causando transtorno. À polícia , a menor apreendida contou que a briga foi motivada por ciúmes e, durante a madrugada deste domingo, acertou a outra adolescente com quatro golpes de faca. A vítima foi encaminhada ao Pronto-Socorro João Paulo II, na capital, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu, de acordo com a polícia. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (DEAAI).

Assessoria de Comunicação Institucional