Aval legislativo para venda de subsidiárias é desnecessário, diz STF