Irregularidades na aquisição as passagens pelo Poder Executivo de Vilhena ocorreu no período de janeiro a outubro de 2011, ao final do primeiro mandato de Zé Rover (2011)

rover-pfIrregularidades na aquisição de passagens aéreas e terrestres por parte da Prefeitura de Vilhena no período de janeiro a outubro de 2011 levaram o Tribunal de Contas do Estado (TCE/RO) a imputar débitos e multar tanto o gestor Luiz Rover (PP), que cumpre o final do segundo mandato, quanto comandados à época das ilegalidades.

A decisão é fruto de Tomada de Contas Especial que fora julgada irregular a Rover, José Luis Serafim, Secretário Municipal Adjunto de Comunicação; Heitor Tinti Batista, Secretário Municipal de Planejamento; José Carlos Arrigo, Secretário Municipal de Educação; José Candido Gonçalves Espindula, Secretário Municipal de Agricultura e Agenor Francisco de Carvalho, Secretário Municipal de Transporte e Trânsito.

Além deles ainda foram responsabilizados:  Miguel Câmara Novaes, Secretário Municipal de Administração; Wellinton Oliveira Ferreira, Secretário Municipal de Esportes e Cultura; Gustavo Valmórbida, Secretário Municipal de Fazenda; Roberto Scalércio Pires, Controlador Geral do Município; Mário Gardini, Procurador do Município; Carlos Eduardo Machado Ferreira, Procurador Geral do Município, bem como Lizângela Marta Silva Rover, Secretária Municipal de Assistência Social.

Confira abaixo a íntegra de decisão com as multas e débitos e imputados a cada um deles