Justiça de Rondônia autoriza professor condenado por humilhar alunos a desempenhar funções administrativas