robertoA 2a Câmara Especial do Tribunal de Justiça de Rondônia concedeu habeas corpus e mandou soltar, na noite desta quarta-feira, o ex-prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho (PT), e o advogado Mário Sérgio, ex-vereador e ex-presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur). Os três desembargadores que julgaram o pedido de liberdade de Roberto Sobrinho e Mário Sérgio entenderam que a dupla não oferece nenhum risco ao andamento das investigações e do inquérito. O habeas corpus foi impetrado contra ato do juízo da 3a Vara Criminal de POrto Velho, que mandou prender os dois.

Roberto e Mário Sérgio foram presos na manhã dessa terça-feira, em Porto Velho, na Operação Luminus, acusados de participar de uma mega-esquema de corrupção que teria desviado mais de R$ 27 milhões da Emdur. Mário Sérgio é filho do desembargador Sebastião Teixeira Chaves, ex-presidente do Tribunal de Justiça de Rondõnia, que foi preso durante a Operação Dominó da Polícia Federal, em 2006, acusado de participar de uma organização criminosa chefiada pelo então presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Carlão de oliveira.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”]Da reportagem do Tudorondonia[/tab]
[/tabs]