Ex-presidente compareceu à sede da Polícia Federal em Brasília na última terça-feira 9; ele foi intimado na condição de testemunha a falar no inquérito 00012/2014, aberto em função das declarações de Marcos Valério, que envolveu Lula no caso

images-cms-image-000408923[dropcap]O[/dropcap] ex-presidente Lula depôs sobre o caso do chamado ‘mensalão’ na sede da Polícia Federal em Brasília, noticia o colunista Felipe Patury, da revista Época. O petista foi intimado na condição de testemunha a falar no inquérito 00012/2014, aberto em função das declarações feitas por Marcos Valério, que incluiu Lula no caso.

Leia abaixo a nota de Patury:

Lula foi à Polícia Federal para depor sobre o mensalão

A Polícia Federal ouviu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o mensalão. Lula foi intimado na condição de testemunha para falar no inquérito 00012/2014. O procedimento foi aberto em função das declarações de Marcos Valério Fernandes de Souza, que relacionou Lula ao caso. Na noite do último dia 3, Lula recebeu na pista do Aeroporto de Congonhas a carta precatória assinada pelo delegado federal Rodrigo Luis Sanfurgo de Carvalho, chefe da área de repressão a crimes financeiros e desvio de recursos públicos em São Paulo. O depoimento deveria ocorrer nesta segunda, 15, às 9h00. Já no momento da intimação, Lula avisou que iria à sede da PF em Brasília. Cumpriu a promessa no dia 9.

Brasil 247