Procedimento tramita na 26ª Promotoria de Justiça de Porto Velho

Ministério Público de Rondônia instaura inquérito para apurar supostos atos de improbidade praticados por delegados da Operação Pau Oco

Porto Velho, RO – O Ministério Público de Rondônia (MP/RO), após provocação do ex-governador Daniel Pereira, instaurou inquérito civil a fim de apurar supostos atos de improbidade administrativa praticados, em tese, por delegados responsáveis pela Operação Pau Oco.

Os servidores, já distribuídos a outros órgãos da Polícia Civil (PC/RO), ocupavam a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas do Interior (DRACO 2), que, “segundo consta, teriam violado os deveres de legalidade, impessoalidade e moralidade na execução de atos próprios de seus ofícios no âmbito da Operação Pau-Oco”

O procedimento tramita na 26ª Promotoria de Justiça de Porto Velho. De acordo com a movimentação, já houve despacho determinando providências a partir da última segunda-feira (04).

Por Rondoniadinamica