Juíza condena Melki, Marlon e Júnior Donadon e empresas à perda da função pública e direitos políticos por 3 anos