Prefeito que deixava luzes da cidade acesa durante o dia tem bens bloqueados pela justiça até o montante de R$ 1,8 milhão