Roberto Sobrinho tenta afastar único desembargador que votou pela manutenção de sua prisão