Réu foi condenado a seis anos de reclusão, segundo TJ. Crime foi há quase quatro anos em Porto Velho.

Decisão foi publicada no dia 14 de fevereiro  — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Decisão foi publicada no dia 14 de fevereiro — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Willian da Silva de Paula, acusado de tentar matar um homem após ter sido denunciado por som alto, foi condenado a seis anos de reclusão pelo Tribunal do Júri em Porto Velho. A sentença foi publicada no dia 14 de fevereiro.

Segundo o Tribunal de Justiça de Rondônia, Willian atacou a vítima com uma barra de ferro após ficar “enfurecido” por ser denunciado por perturbação do sossego com som automotivo em alto volume, em setembro de 2016.

Depois do ataque, a vítima foi imediatamente socorrida à unidade de saúde de Porto Velho e acabou resistindo aos ferimentos.

Quase quatro anos depois do crime, Willian foi levado ao banco do réus por tentativa de homicídio. Cinco homens e duas mulheres compuseram o júri, que terminou com a condenação do acusado. A pena aplicada ao réu pelo foi de 6 anos de reclusão.

“O regime inicial da pena será o fechado, devido ao réu ser reincidente. Porém, como o acusado já respondia ao processo em liberdade, ainda pode recorrer, e continuará solto até que se esgotem os recursos processuais (o trânsito em julgado)”, diz o TJ.

Por G1 RO