André Sousa Pereira, juiz titular da Vara do Trabalho de Vilhena/RO

André Sousa Pereira, juiz titular da Vara do Trabalho de Vilhena/RO

[pullquote]Sistema de informática trará celeridade a processos que tramitam no Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, e dará fim a autos em papel no Poder Judiciário[/pullquote]

[dropcap]A[/dropcap] cerimônia de instalação do sistema, que revoluciona o judiciário vilhenense ao por fim ao processo em papel, ocorreu nesta sexta-feira, 19 às 9h, na sede da Vara do Trabalho.

“A Justiça do Trabalho vai trabalhar mais rapidamente e vai distribuir justiça com maior celeridade. É um avanço tecnológico formidável e chega agora a Vilhena”, disse André Sousa Pereira, juiz titular da Vara do Trabalho de Vilhena/RO.

DSCN0371A presença física tanto de quem reclama quanto de quem é reclamado passa a ser obrigatória, com o PJe-JT (Sistema de processo judicial eletrônico), apenas nas audiências iniciais e de instrução. Todos os demais passos poderão ser acompanhados pela internet. Além disso, as audiências ficarão informatizadas e uma equipe de técnicos auxiliará no uso da nova tecnologia.

O Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho é um sistema nacional, concebido para unificar todas as instâncias da Justiça do Trabalho e, futuramente, estará conectado a outros segmentos do Poder Judiciário, conforme padrão adotado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Trata-se de um sistema único, que permite a execução de todos os atos processuais pela internet.

DSCN0368A implementação do PJe-JT traz uma série de benefícios que tornam a Justiça do Trabalho mais célere e eficiente, com a diminuição do tempo de tramitação dos processos, uma vez que várias etapas burocráticas passam a ser automatizadas. Além disso, merece destaque também a grande redução no consumo de papel, que passa a não ser mais necessário diante da tramitação eletrônica.

O PJe-JT será utilizado apenas para novas ações trabalhistas que forem ajuizadas nas Varas do Trabalho do município a partir desta sexta-feira. Processos antigos, em papel, permanecerão da mesma forma até serem concluídos. No PJe-JT, os advogados necessitarão da certificação digital para atuar. Tal característica garante a integridade e confiabilidade do sistema.

Alex Luiz Luengo Lopes, presidente da Subseção da OAB Vilhena

Alex Luiz Luengo Lopes, presidente da Subseção da OAB Vilhena

“É uma via que não tem volta, todas as varas caminham à digitalização”, discursou Alex Luiz Luengo Lopes, presidente da Subseção da OAB Vilhena em representação dos advogados locais.

Francisco José Pinheiro Cruz, Desembargador Vice-Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região

Francisco José Pinheiro Cruz, Desembargador Vice-Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região

“Bastante relevante a instalação do processo judicial eletrônico que abrange uma região com atividade econômica pautada pela agropecuária em Vilhena. O processo vem se somar a outras oito varas que já receberam a novidade, esta é a nona vara no Estado, dando celeridade e acesso aos trâmites durante 24 horas. Todo o processo de instalação foi acompanhado pela OAB, inclusive com treinamento prévio dos advogadas e vai continuar acompanhando com todas as dúvidas que surgirem”, explicou Francisco José Pinheiro Cruz, Desembargador Vice-Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região em entrevista ao RONDÔNIA EM PAUTA.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”]Autor e fotos: Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]