Vídeo: Ivo Cassol vai ao plenário, chora e nega ter cometido crime

2013-08-15T10:23:08+00:0015 agosto, 2013|Categories: Em foco, Justiça, Política|Tags: |

Ivo Cassol afirmou não ter cometido nenhum crime e informou que irá recorrer da decisão do STF

[dropcap]E[/dropcap]m seu primeiro pronunciamento após a sentença de condenação no STF (Supremo Tribunal Federal), o senador Ivo Cassol (PP-RO) subiu à tribuna do plenário do Senado no início da noite desta quarta-feira (14) para fazer sua defesa pública.

[pullquote]”Fui o único governador do país a ser processado porque não aceitei barganhar, negociar com os deputados corruptos. Eu poderia ter negociado com eles, mas não o fiz. Mas não me arrependo, porque continuo com a minha consciência tranquila”, afirmou o senador.[/pullquote]

“Não vou cair. Vou continuar de pé. Por mais que pareça que houve erro técnico, eu não errei, porque eu não roubei. Não houve pagamento de obra que não tenha sido executada. Não houve desvio de nenhum centavo”, completou. “Não houve desvio, não houve enriquecimento ilícito.”

Ao final do discurso, o político chegou a chorar. Ele ainda disse: “Os meus filhos não terão vergonha de andar pelas ruas com medo de ouvir que sou corrupto porque houve erro técnico”.

O senador já disse vai recorrer da condenação no Supremo Tribunal Federal por crime de fraude a licitações.

Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa no dia da decisão do STF, o senador havia dito que era inocente e que não pretendia renunciar ao mandato no Senado. “Continuarei a exercer normalmente meu mandato como senador da República, mandato este que me foi outorgado pela população de Rondônia e para a qual continuarei trabalhando”, diz no texto.

Cassol foi considerado culpado por todos os dez ministros que participaram do julgamento e é o primeiro senador condenado pelo STF. Segundo denúncia do Ministério Público, o esquema criminoso consistia no fracionamento ilegal de licitação em obras e serviços de engenharia para permitir a aplicação da modalidade convite. Com o método, apenas as empresas envolvidas na fraude disputavam a licitação, prejudicando o processo competitivo. Os fatos ocorreram na época em que Cassol era prefeito de Rolim de Moura (RO), entre 1998 e 2002.

A pena definida pelos ministros do STF para Cassol é quatro anos e oito meses e poderá ser cumprida em regime semiaberto, além de multa de R$ 201,8 mil em valores ainda não atualizados. O advogado do senador, Marcelo Bessa, disse que vai aguardar a publicação do acórdão para identificar quais recursos ainda podem ser apresentados. Segundo ele, esses recursos em geral não têm efeito modificativo do julgamento, mas servem para pedir esclarecimentos sobre pontos omissos na decisão.

Depois de sua fala, o senador recebeu apoio do presidente de seu partido, Ciro Nogueira (PI), e também do presidente de honra da legenda, o senador Francisco Dornelles (RJ).

“Sei que é difícil [ser] uma pessoa como o senhor que se sente injustiçado. O julgamento não terminou, o senhor conta com a solidariedade total do PP”, resumiu Nogueira.

Parlamentares de outros partidos, como Eduardo Lopes (PRB-RJ) e Jayme Campos (DEM-MT), também se solidarizaram.  “O senhor pode contar comigo. Sou solidário a vossa excelência e acredito em tudo o que vossa excelência acabou de falar”, declarou Campos em plenário.
“Este mandato foi Deus que me deu com o voto do povo de Rondônia.  Eu não envergonhei vocês [se referindo aos senadores de sua legenda]. Eu não desviei. Eu não roubei. Eu não paguei obras que não foram executadas. Respeito a Corte máxima deste país , mas continuo buscando justiça”, concluiu Cassol.
[tabs]
[tab title=”Rondônia Em Pauta”]Camila Campanerut
Do UOL, em Brasília
Vídeo do TudoRondônia[/tab]
[/tabs]
[print-me]

4 comentarios

  1. PAULO 15 agosto, 2013 at 2:54 pm

    OH DO TADINHO DELE VAI PRO XILINDRO, LUGAR DE LADRAO E NA CADEIA OU NO CAIXAO, eese mala e lobo em pele de cordeiro.

  2. Hudson 15 agosto, 2013 at 3:23 pm

    Coitadinho, estou com dó. Oh mané! Acorda aprendeu a chorar com os Donadons… percebeu que isto não cola mais…?

  3. Hudson 15 agosto, 2013 at 3:27 pm

    Satanás e companhia…

  4. JOSÉ DE ARIMATEIA 15 agosto, 2013 at 6:10 pm

    Nossa! Quase chorei com esse conto de fadas.

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br