Polícia aguarda laudo para saber se a criança nasceu viva ou morta

[dropcap]C[/dropcap]âmeras de segurança registraram o momento em que uma jovem de 22 anos entra no banheiro de um hospital em Goiás e joga um feto no lixo. O acontecido só foi descoberto no dia seguinte quando uma faxineira estranhou o peso de um saco de lixo.

A polícia foi chamada e a perícia constatou que se tratava de um feto de seis meses. As imagens ajudaram a chegar até a jovem, que mora em Aparecida de Goiânia. A mulher contou que teve o bebê sozinha e ao perceber que ele nasceu morto o colocou em uma sacola. Ainda de acordo com a jovem, ela escondeu a gravidez da família e disse que o pai do bebê foi embora do país antes que ela descobrisse que estava grávida.

A polícia aguarda um laudo para saber se a criança nasceu viva ou morta. Caso seja constatado que o bebê estava vivo, a mãe pode responder por homicídio.

[tabs]
[tab title=”Rondônia Em Pauta”]Do R7, com Balanço Geral[/tab]
[/tabs]

[print-me]