A violência urbana não dá trégua e continua aterrorizando a população da maior cidade de Rondônia. Na noite desta terça-feira, um crime ousado chocou moradores do Bairro Ulisses Guimarães, setor leste de Porto Velho.O porteiro da escola Pingo de Gente, Rosinaldo Batista Flores, de 41 anos, foi assassinado com um tiro à queima roupa efetuado por um adolescente já identificado pela polícia.

O crime, segundo funcionários da escola, foi motivado por que o trabalhador teria expulsado um grupo de menores que horas antes havia tentado entrar à força na escola e foi impedido por Rosinaldo.

Os colegas de trabalho da vítima ainda contaram que os adolescentes voltaram e foram até o portão, e quando Rosinaldo abriu, foi alvejado por um disparo fatal que o atingiu na barriga.

O porteiro ainda chegou a ser socorrido, mas morreu ainda no local onde trabalhava.

O assassinato do porteiro foi a 4ª morte violenta registrada em Porto Velho desde a última segunda-feira. Naquela dia, um policial matou a ex- esposa e cometeu suicídio. Na terça, uma dona de casa foi assassinada também a tiros por traficantes que tentavam executar dois filhos da vítima e acabaram por executar, por engano a mulher.

Fonte: RONDONIAGORA