Almeida pagava R$50 para que menores mantivessem relações sexuais com ele