Desencadeada entre os dias 3 e 4 de junho, a operação Integrada Fronteira foi encerrada com resultado positivo divulgado pela Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) através do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira. Durante a operação, que teve patrulhamento fluvial  e terrestre foram abordadas 1.558 pessoas, 44 embarcações e  805 veículos.

além de apreender 20 kg de mercúrio, cinco armas de fogo e 65 munições, a polícia recuperou três veículos, dentre eles, um caminhão Mercedes Benz. A polícia prendeu, também, quatro caminhões por crime ambiental de transporte ilegal de madeira.

Caminhão com madeira apreendido durante a operação

Caminhão com madeira apreendido durante a operação

A ação ocorreu em Guajará-Mirim, Nova Mamoré, Vista Alegre do Abunã, Buritis, São Miguel do Guaporé, Costa Marques, Rolim de Moura, Alta Floresta do Oeste, Porto Rolim de Moura, Vilhena e Pimenteiras.A operação contou com o trabalho integrado de 258 servidores de diversos órgãos estaduais e federais para combater os crimes transfronteiriços, recuperar veículos furtados e roubados, apreender armas de fogo, maximizar a presença do aparelho policial em todas as vias de acesso na fronteira Brasil Bolívia.

O secretário de Segurança, Antônio Carlos dos Reis, disse a que a fronteira de Rondônia é extensa, com locais não habitados e que  isso facilita a ação criminosa.

“Mesmo a polícia estando presente em todas as localidades, fica difícil fazer esse trabalho de fiscalização. Temos a Idaron, Exército e Polícia Federal que são responsáveis pela fiscalização nas fronteiras, mas também encontraram dificuldades. Por isso  estamos realizando  sempre operações  integradas para combater os crimes. Não podemos deixar de destacar a  importância do setor de inteligência das polícias, que tem somado no combate efetivo ao tráfico de drogas, roubo de veículos por quadrilhas especializadas”.


Fonte
Texto: Márcia Martins
Fotos: Arian Oliveira
Secom – Governo de Rondônia