Briga por terras: homem é assassinado com tiros de espingarda na área rural de Vilhena

2013-05-10T23:31:00+00:0010 maio, 2013|
Paulo foi encontrado em cima do trator

Paulo foi encontrado em cima do trator

A terra era de Diulio Duarte que foi assassinado a mando de Paulinho da Funerária. Empresário Assueno Correia de Oliveira, de 28 anos, conhecido como “Bidu” da César Extintores é o principal suspeito.

[dropcap]O[/dropcap] homicídio aconteceu por volta das 16h na Fazenda do Modoti, localizada a 35 quilômetros do perímetro urbano de Vilhena na Linha 130.

DSCN1169Paulo César Cordoval Ferreira, de 46 anos, foi assassinado com tiros de espingarda, seu corpo foi perfurado por balotes de espingarda que perfuraram a lateral direita e o ombro esquerdo. Ele morreu em cima do seu próprio trator.

DSCN1157O operador de nome Ezequiel, que trabalhava com Paulo na abertura de uma estrada, ligou para a filha do casal, Ana Paula, e perguntou o que aconteceu. Ela disse que não sabia de nada. Ele respondeu dizendo que estava com Paulo e deu vontade fazer necessidades no mato, de repente escutou os tiros e saiu correndo, pois teve medo de ser atingido pelos tiros e não voltou para dar socorro a Paulo.

Moto deixada por Ezequiel no início do trecho aberto por Paulo

Moto deixada por Ezequiel no início do trecho aberto por Paulo

Já na Delegacia de Polícia Civil, Ezequiel se contradisse dizendo que viu quando Bidu chegou para discutir com Paulo dizendo-lhe: “sai da frente senão vou te matar também”. Quando viu a fumaça do disparo de espingarda saiu correndo para o mato e inclusive teve que rastejar para fugir, ainda escutou o Bidu chamando-lhe para voltar dizendo que não o mataria. Ele também declarou que Bidu e Paulo discutiram hoje pela manhã por causa de uma moto e às 16h Bidu apareceu para matar Paulo.

Paulo César Cordoval Ferreira

Paulo César Cordoval Ferreira

Segundo a esposa de Paulo, o pedaço de terra de 60 metros de frente por 350 metros foi comprado uma vez do Bidu da “César Extintores”, mas ele desfez a compra. Depois disso, Paulo voltou até um vizinho do local para trabalhar, já que ele tem o trator esteira. Quando voltou para casa, Paulo contou para a esposa que Bidu lhe havia feito outra proposta.

A esposa disse que de qualquer forma ele não ia ficar com tudo, pois após INCRA dividir, nesta sexta-feira as terras, ele só poderia ficar com apenas 5 alqueires.

No domingo, 5, ao voltar em casa, Paulo disse para a esposa que tinha comprado o pedaço de terra do Bidu e que daria uma moto Fan como pagamento.

Na segunda-feira, 6, o casal voltou ao local para desmatar a frente do pedaço de terra. No local onde aconteceu o homicídio é um lugar que dá um melhor acesso à terra pois não cruza os rios, foi essa a razão de Paulo ir com o trator até o local e fazer o serviço nesta quinta-feira, 9.

Paulo, que estava na cidade, mandou Maranhão entregar os documentos da moto para Bidu nas terras, mas segundo Maranhão, Bidu não quis pegar o documento, pois ia desfazer o negócio novamente. Paulo não aceitou.

Clique aqui se quiser ver a foto que mostra onde as balas perfuraram o corpo de Paulo

[tabs]
[tab title=”Rondônia em Pauta”]Autor e fotos: Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]

[print-me]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.