Caso Abla: marido é preso suspeito de assassiná-la em Vilhena

2013-06-12T10:30:46+00:0003 junho, 2013|

Fabiano deu duas versões contraditórias e corda usada para enforcamento de sua esposa Abla Rahal era do seu caminhão, a cena do crime foi alterada para forjar um suicídio, o que dificultou muito a investigação. Entrevista foi dada pelo delegado Fábio Campos

Fabiano Cesar Vergutz na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena (Foto: Hernán Lagos)

Fabiano Cesar Vergutz na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena (Foto: Hernán Lagos)

dentista 2

[dropcap]O[/dropcap] caminhoneiro Fabiano Cesar Vergutz, de 27 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (3) na transportadora onde trabalha. Pelo seu tamanho, mais de 2 metros de altura, ele poderia tranquilamente ter erguido a vítima para enforcá-la.

Ao ser indagado no dia do homicídio, 27 de abril, Fabiano deu duas versões sobre o ocorrido e atrasou a viagem, segundo ele para tomar café da manhã e ligou de dois celulares diferentes, contradizendo a política da transportadora onde trabalha, a corda usada no enforcamento foi retirada do seu caminhão para descer um fogão, uma mensagem enviada em janeiro por Fabiano no Facebook para Abla dizia: “Você devia se matar logo, porque esse será seu fim”.

dentistaNo dia anterior ao homicídio eles discutiram, o retrato dos dois, quebrado naquela noite, foi encontrado. Num primeiro instante, ele disse à Polícia Militar que dormiu no caminhão e no dia seguinte entrou na casa e viu a esposa dormindo, porém na delegacia ele afirmou que não havia entrado na casa. Naquele dia os policiais ligaram para o pai de Abla e passaram o celular para Fabiano, ele deu a notícia ao próprio pai de sua vítima.

Após sair da transportadora ele ficou no pátio de um posto e ligou para Abla de dois celulares diferentes alegando que não gostava de viajar brigado com ela. O fato contradiz as normas da transportadora onde trabalha, pois ele devia seguir rumo a Porto Velho.

A casa tem cerca elétrica, apesar de não estar funcionando, não há indícios de arrombamento, nem da cerca, nem do portão de ferro, dois cachorros vigilavam a casa.

Essa são as razões dele ser preso pela Polícia Civil, as investigações seguiram até comprovar o crime.

Por Hernán Lagos

[print-me]

4 comentarios

  1. Aldaize benvinda pereira 7 junho, 2013 at 8:02 am

    Olha esta cara! Está dizendo tudo! Tem que apodrecer na cadeia.

  2. Justiceira 7 junho, 2013 at 8:40 pm

    Meu Deus… como vc teve a coragem te tirar a vida dessa moça, vc vai pagar em dobro na cadeia… psicopata..

  3. Janaína Vergutz 13 junho, 2013 at 9:26 am

    Se eu tivesse o poder de sair de Porto Velho, com o jatinho particular do Cassol, atravessar o estado, chegar em Vilhena, e sai dando carteira na delegacia e no Hospital Regional, e ainda levar outros amiguinhos que também me ajudariam nas carteiradas, algo me faz crer que as investigações teriam sido sérias! Não sei, mas tem que ser macho para não ceder as carteiradas. Ela tinha um rapaz que levava droga na porta de casa! Isso mesmo, todo tipo de droga, com a filha em casa! Fou repetir: COM A FILHA EM CASA. Uma santa. Foi vista andando na rua depois da briga com o marido, a polícia não tem nada que prove que ele bateu nada, não foi achado nada no corpo dele, e essa perícia foi feito pelo delegado, nem na mão. Um homem de 2 metros de altura, teria força pra levantar o corpo, e ela estava de joelho, na mão dele não foi encontrado escoreações, a maldita corda foi realmente cortada pra levar o fogão, sou testemunha disso, a filha dela tmb, ajudamos a carregar. MÍDIA COMPRADA E FORJADA PELA FAMÍLIA DA ABLA RAHHAL.

  4. suraia azanki 24 junho, 2013 at 11:37 am

    Janaína Vergutz vc e está agindo como uma assasina tbm, como ele …. vc sabe que ele e um drogado ñ sabe? que ele levava droga para vender em porto velho então o pare de falar mal da familia sua arrogante impiedosa sua hipócrita. sem Escrúpulos

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br