Tenente Coronel Paulo Sérgio Gonçalves

Tenente Coronel Paulo Sérgio Gonçalves

[pullquote]Câmeras têm alcance de até 1,85 quilômetros.[/pullquote]

[dropcap]A[/dropcap]s principais avenidas de Vilhena e o acesso às chácaras serão monitorados, entre elas as Avenidas Paraná, Brigadeiro Eduardo Gomes, Jô Sato, Presidente Nasser, Major Amarante, BR-364 e Melvin Jones.

Presidente da ACIV, Ivanildo Amaral e Tenente Coronel Paulo Sérgio Gonçalves

Presidente da ACIV, Ivanildo Amaral e Tenente Coronel Paulo Sérgio Gonçalves

O Tenente Coronel Paulo Sérgio Gonçalves do 3° Batalhão da Polícia Militar junto com o presidente da ACIV, Ivanildo Amaral, estiveram presentes na 8ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores, desta terça-feira, 9, para apresentar aos vereadores o projeto de vídeo-monitoramento.

Na primeira fase o projeto instalará 9 câmeras blindadas Vivotek SD8362E com zoom de 20 vezes orçadas em R$ 377 mil. A fase completa instalará 30 câmeras com um custo final de cerca de R$ 1 milhão.

Segundo o acordo com a prefeitura municipal de Vilhena, para cada um real adquirido para o projeto, doará mais um real do erário, por tanto já somam mais de R$ 600 mil.

Os associados da Sicoob Credisul (Cooperativa de Livre Admissão do Sul da Amazônia) aprovaram na Assembleia Geral Ordinária desta sexta-feira, 5, a destinação de R$ 252 mil reais ao projeto de monitoramento visual. O dinheiro é oriundo das sobras (lucro) que a cooperativa destina aos associados e corresponde a 4% do valor total das sobras que foi de R$ R$ 8,5 milhões.

vivotek“Com esses R$ 252 mil somados aos recursos que conseguimos através de doações com empresários e cidadãos de Vilhena já temos 80% do valor do projeto. Falta muito pouco para a sua implantação”, disse o coronel Gonçalves que também esteve presente na assembleia.

De acordo com Vilmar Saúgo, diretor operacional da Siccob Credisul, o valor será repassado à ACIV (Associação Comercial e Industrial de Vilhena) através de um convênio a ser firmado já na próxima semana. “A ACIV é que está juntamente com a Polícia Militar trabalhando na captação de recursos para a implantação do sistema de monitoramento”, lembrou Saúgo.

“Estamos mobilizando a sociedade a fim de conseguirmos captar os recursos necessários para a implantação do projeto. Temos que nos unir, quanto mais rápido conseguirmos os recursos mais rápidos implantamos o projeto e diminuímos a taxa de criminalidade no município. Esta ajuda do Siccob Credisul é de uma importância gigantesca pois diminuirá em muito a expectativa de instalação do sistema”, explicou o presidente da ACIV, José Ivanildo.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”]Autor e fotos: Nano Labajos[/tab]
[/tabs]