Vítima se chamava Alaíde de Souza Almeida e tinha 42 anos. Polícia Civil investiga o caso, que há hipótese de se tratar de um feminicídio.

O corpo da mulher que foi encontrado sem cabeça no último fim de semana foi identificado pela Polícia Civil de Alvorada do Oeste (RO). Ainda não há informações sobre o que teria acontecido com Alaíde de Souza Almeida, de 42 anos, mas há a hipótese de que seja um crime de feminicídio. O caso continua sendo apurado.

Conforme o delegado Hazael Francisco dos Santos, Alaíde era moradora de Alvorada do Oeste, mas vivia sozinha. Por isso, ninguém registrou o desaparecimento da vítima. O irmão e os dois filhos da mulher já foram comunicados pela polícia.

Alaíde foi sepultada no início desta semana por causa do estado avançado de decomposição. Sobre a motivação do crime, o delegado informou que não poderá fornecer mais detalhes no momento para não comprometer as investigações, mas não descartou que o crime trate-se de feminicídio pelo corpo ter perfurações possivelmente oriundas de golpes de faca.

Linha 473 em Alvorada do Oeste (RO), onde corpo de mulher foi encontrado por pescadores — Foto: Reprodução/Google Maps

Linha 473 em Alvorada do Oeste (RO), onde corpo de mulher foi encontrado por pescadores — Foto: Reprodução/Google Maps

O corpo de uma mulher foi encontrado sem cabeça no rio Ribeirão Cacau, na rodovia 473, que fica a quatro quilômetros de Alvorada do Oeste (RO), no último fim de semana.

De acordo com o boletim de ocorrência, o corpo estava boiando dentro de um saco e enrolado no estofamento de um banco de carro. Dois homens que estavam pescando na área encontraram o corpo, que acionaram a polícia na sequência. Hazael Francisco disse também que a vítima foi achada amarrada.

Por Mara Carvalho, Rede Amazônica Foto Ilustrativa