Designer foi estrangulada, estuprada, espancada e enforcada; polícia descarta suicídio

2013-04-29T13:17:43+00:0029 abril, 2013|

ablaCena de filme de terror jamais vista no município de Vilhena aconteceu na manhã desta sábado, 27, na Rua V-6 nº6770 na Cohab.

Polícia Civil descarta suicídio de designer pelas marcas encontradas no seu corpo, hematomas na altura do peito, marcas de estrangulamento no pescoço e a marca da corda colocada pelo seu algoz.

Abla Rahhal pode ter sido assassinada pelo marido dela, Fabiano Cesar Vergutz, há informações de que ambos estavam separados, ela tinha uma filha que não era dele. Fabiano teria batido na janela, ao sair, Abla foi estrangulada pelo lado de fora da casa. Depois ele ainda abusou sexualmente da vítima com algum objeto, talvez um pedaço de ferro ou de madeira. Para confundir a investigação da polícia ele simulou um suicídio. Fabiano disse para a polícia que não teria entrado na casa na parte da manhã. A casa estava fechada e ela não saiu pela porta, há a suspeita de que o assassino recebeu a ajuda de outra pessoa.

Fabiano foi ouvido no sábado pela polícia e passou muitas contradições. Naquele dia disse que dormiu no caminhão e que não teria entrado no quarto, já para o delegado disse que não entrou na casa e saiu para o posto fazer a viagem.

O pedido de prisão preventiva de Fabiano não foi expedido devido a que ainda devem ser feitas mais investigações, mas a polícia acredita que resolve o caso ainda nesta semana.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”]Autor: Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]

5 comentarios

  1. Samuel 29 abril, 2013 at 4:14 pm

    As informações aqui contidas não correspondem com o que de fato está sendo apurado. Por hora nada se sabe. O crime não é, nem de perto, o mais SINISTRO que já ocorreu em Vilhena. No que tange à possibilidade de suicídio, vejamos a postagem de Abla em sua página no facebook, do dia 18/04 “O amor sem esperança não tem outro refúgio senão a morte.”
    No entanto ainda é cedo para descartar qualquer hipótese, o que se sabe por hora é que a relação não ia bem, tanto a hipótese de suicídio como a de homicídio e crime passional são plausíveis.
    Não nos deixemos levar pela emoção.

  2. lEITOR 29 abril, 2013 at 5:07 pm

    Então vc esta por fora do assunto meu caro.

  3. Pedro Maciel 30 abril, 2013 at 1:05 am

    Antes de julgarmos alguem, vamos esperar a resposta da policia!!! Quem somos nós para julgarmos quem quer que seja? Nao acredito em suicidio, mais tambem pode nao ter sido o Fabiano! Vamos aguardar… Até porque perante DEUS a justiça irá de vir! Obrigado!

  4. Okasan 1 maio, 2013 at 11:49 am

    Engraçado que quando uma mulher morre e o companheiro é o acusado, vem os machinhos dizendo “ahh, mas veja bem, nada indica que pode ter sido ele. Tem que ver isso ae.”

    Mas quando um homem é agredido ou morto pela companheira, ela é uma vadia cretina que merece morrer.

    Mas machismo não existe, né amigs? Vocês são hilários, só que não. “Não nos deixemos levar pela emoção.”, pois é com uma mulher, mas se fosse com um homem, imagino o escândalo que vocês fariam.

  5. […] ser indagado no dia do homicídio, 27 de abril, Fabiano deu duas versão sobre o ocorrido e atrasou a viagem, segundo ele para tomar café da […]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br